Já noticiamos a faina da AORE/RJ junto com o Curso de Cavalaria do CPOR do Rio de Janeiro para a recuperação dos dois carros de combate (o que o povo chama de tanques) M 41 diante do Pavilhão de Comando.

Hoje, sábado 17 de setembro, a faina prosseguiu nas peças de artilharia.

 

 


 

A leitora e o leitor sabem que para falar maldades, o povo é criativo.

 

Há 20 anos quando começamos com a Associação, muitos perguntavam o por quê? Saudosismo? Perguntavam uns...

Vendo os mais antigos na Associação, comandando e instruindo a tropa na missão, não deixa de ser um pequeno exemplo do que vemos por este Brasil afora, onde já temos 27 AORE’s...

Já noticiamos a faina da AORE/RJ junto com o Curso de Cavalaria do CPOR do Rio de Janeiro para a recuperação dos dois carros de combate (o que o povo chama de tanques) M 41 diante do Pavilhão de Comando.

 

Hoje, sábado 17 de setembro, a faina prosseguiu nas peças de artilharia.

Muito trabalho de raspagem da ferrugem e preparo esperava a todos.

 

AORE/RJ e Curso de Artilharia do CPOR/RJ, fazendo recuperação da pintura de peças históricas preservadas no Centro Tenente Coronel Correia Lima.                

        

Como por exemplo, o Canhão  Krupp 7,5 cm fabricado em Essen na Alemanha em 1903 também nos jardins do Pavilhão de Comando.

Também os canhões antiaéreos 90 mm do pátio Major Apollo Miguel Rezk.

Inicialmente a tropa foi toda reunida e instruída sobre a missão.

Depois, no belo sol que iluminava este sábado se pôs na labuta.

Ao final, todos esfalfados, se confraternizaram no rancho!

Dentro do projeto de recuperação de pintura dos M 41, entendido para as 3 peças de Artilharia, o canhão pequeno, poucos sabiam da existência dele no CPOR.

A Engenharia busca um pontão, para representar o Curso e também recuperar e colocar em local de destaque.

Esse projeto visa criar uma tradição histórica de que os cursos além dos bustos do pátio de formatura, que estão esquecidos sejam cuidados quando da escolha das Armas pelos alunos, vire uma tradição anual, com as novas turmas cuidando dos seus acervos históricos.         

               

Bustos dos Patronos no pátio de formatura serão também manutenidos.           

             

Almoço no Rancho sob a batuta do sempre presente  Sgt Julio.    

                    

AORE, entidades civis e empresas restaurando patrimônio histórico do EB, junto com CPOR e 25° B Log, pelo exemplo de história, preservação, civismo e amor ao Brasil.

 

 E afinal, o que vemos  são as novas gerações sempre integradas aos mais antigos... Como eu disse uma vez em 2009 para acabara de desfilar no Sete de Setembro: - "Eu sou vocês amanhã"!

 

 


 ARTIGO RELACIONADO

AORE/RJ recupera carros de combate do CPOR/RJ

 

 

 

 


 

Joomlashack